16 de outubro de 2010

Sensipla

O bom do nosso amor
é que sempre me desafias
a ser quem nunca fui,
nem cogitaria

Concluo que o queres
é me ter inédito
e surpreendente
a cada novo dia

2 comentários:

Alexandre Damasceno disse...

Como se fosse a primeira vez...

Awesome!

Felippe Noah disse...

Que lindo! Demais.
Seguindo você David Lima! (Não conhecia seu blog, mas adorei... descobi pelo site da Escola Elisa Lucinda!)
Parabéns! Sucessos ...
Poesia vende e eu compro! hehe...
www.blogdaesfinge.blogspot.com
me visite também, se possível!
até!