27 de julho de 2009

Rio Lisboa Barcelona

Faz parte ter medo de avião
Mas não a ponto de impedir viagens
É natural ter receios quanto aos amores-incógnitas que vem pela frente
Mas que isso não signifique ter medo de gente
É saudável se cuidar e prevenir doenças
Enquanto isso não for sinal de descrença na sua força e no seu organismo
Porque não somos o que pensamos, somos antes ação
Verbo se conjugando, vida na palma da mão
Faz parte querer alegria
Como se teve outrora
Mas agora é tudo novo
É tudo renascimento
É preciso coragem
Pra ir ver o mundo afora.

2 comentários:

Adriana disse...

é verdade, pra ver o mundo basta ter asas...e não é pra qualquer um.

mujer sin ombligo disse...

otra cosa que tenemos en común...

besinhos desde Bcn!!!

Valentina

http://mujersinombligo.blogspot.com/